CRESCIMENTO DEFICIENTE PODE SER GENÉTICO

OBESO E A SAÚDE

5 de dezembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: LONGEVIDADE FUTURA COM QUALIDADE DE VIDA –

O RESVERATROL ENCONTRADO EM CASCA DE UVA TIPO TANNAT PODE COMO ANTI-OXIDANTE, EVITAR PROCESSOS ANTI-INFLAMATÓRIOS NOS TECIDOS, COMO VASOS, GORDURA VISCERAL, GORDURA INTRA ABDOMINAL OU CENTRAL, AO LONGO DO TEMPO , QUE TRARÁ UM IMENSO BENEFICIO  COM O PASSAR DO TEMPO .

O resveratrol, extraído da casca de uvas tipo Tannat cultivada no Uruguay, é um antioxidante que suprime a inflamação e pode retardar o  estrago promovido por esta ação patológica (doença) em nosso organismoDentre os alimentos comuns que contém o resveratrol temos as uvas, o vinho, amendoins, blueberries (fruta azul escuro) e Cranberries (fruta vermelha). O resveratrol foi demonstrado que retarda o envelhecimento, prolonga a vida e reduz  os comprometimentos causados pelo processo de  degeneração metabólicas com o passar do tempo, isto porque, aparentemente o resveratrol age sobre o gene associado à longevidadeNo momento, deduz-se que o resveratrol reduz o processo inflamatório que pode levar a doenças cardíacas, derrames (acidente vascular cerebral) e ao diabetes mellitus tipo 2. Foram avaliadas 20 pessoas divididas em 2 grupos randomizados( aleatório), sendo que um grupo recebeu placebo (substância sem ação orgânica) e o outro recebeu um suplemento contendo  de resveratrol. Os voluntários tomaram o suplemento 1 vez ao dia por 6 semanas. Foi colhida uma amostra de sangue em jejum no início da avaliação, uma na 1ª semana, outra na 3ª semana e a última na 6ª semana do início da avaliação.
Os resultados mostraram que o resveratrol suprimiu a formação de “radicais livres”- moléculas instáveis conhecidas por causar stress oxidativo e liberar substâncias pró-inflamatórias no sangue, resultando em dano do revestimento interno dos vasos (endotélio) sanguíneos. O sangue em jejum colhido das pessoas que usaram placebo, não mostrou mudanças significativas dos marcadores pró-inflamatórios. Estes achados são consistentes com uma ação anti inflamatória do resveratrol.
Pessoas que usam o resveratrol também têm mostrado a supressão da proteína inflamatória fator de necrose tumoral e outros componentes que aumentam a inflamação dos vasos sanguíneos e interferem na ação da insulina, causando resistência à insulina e o risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2, por este motivo e sugerido por tais pesquisas que se utilize em pacientes com síndrome metabólica, cuja as principais características estão ligadas a obesidade intra visceral, abdominal, central, diabetes tipo 2 ,dislipidemias 9 colesterol total, mau colesterol LDL, diminuição do bom colesterol HDL, hipertensão arterial, e problemas cardio vasculares e respiratórios. È claro que a ação não ocorre a curto prazo, mas é uma arma do arsenal terapêutico que pode ser útil a longo prazo.



Dr. João Santos Caio Junior 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM: 20611

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM: 28930

Como Saber Mais:
1. O resveratrol pode ser visto como uma substância antioxidante e antinflamatória? 
http://controladaobesidade.blogspot.com


2. Como o resveratrol tem propriedades antiinflamatórias ele pode ser usado na Síndrome Metabólica? 
http://metabólicasindrome.blogspot.com


3. A obesidade intravisceral afeta o fígado?
http://gorduravisceral.blogspot.com


Referências Bibliográficas:
News release, University of Buffalo.
Ghanim, H. Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, 2010.









Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

Seguir no Google Buzz